Por que brigar?

Meu estimado Irmão, Por vezes vejo-te exaltado, pronto para iniciar um confronto verbal com alguém que no momento não esta em concordância com teus pontos de vista. Então, te pergunto: por que brigar? A briga é um combustível nocivo que pode trazer desconforto, azedume ao teu estomago comprometendo tua digestão. E o pior é a distancia…

Amor incondicional

Meu caro Irmão, Eis-me aqui mais uma vez para te falar sobre o amor incondicional, amor esse tão falado, mas, pouco vivido. Como posso definir da forma mais simples o que seja o amor incondicional? Primeiramente, é necessário deixar anotado que se trata de um sentimento muito forte que a grande maioria dos humanos tem dificuldade…

Servir com Amor

Era um dia quente em que o por de sol presenteava o céu com matizes suaves e suave era a brisa que entrava pela janela onde Jesus se encontrava debruçado. Olhos perdidos no horizonte, ele contemplava aquele cenário preparado pelo Pai. O suspiro que exalou era um atestado de saudade da Casa Paterna. Deixou a…

Falando sobre o perdão

Desde a mais tenra idade ouvimos falar de perdão, ocasiões em que somos doutrinados a fazer uso do mesmo, se por ventura tenhamos sido ofendidos.   Crescemos ouvindo a importância do perdão no convívio social religioso e passamos aos nossos filhos idênticas recomendações. A mensagem cristã não economiza palavras para falar sobre o perdão e…

A Residência de Deus

Que a paz de Deus esteja em teu coração, meu irmão, pois, hoje venho falar Dele, o nosso Pai.   Falar de Deus? Ora, me dirás, tantas religiões falam em Deus, tantos livros falam Dele, e eu próprio já sei tanto desse Deus que está nas alturas! Que mais poderia saber sobre Ele? Dirás talvez,…

O Ciúme é um amor doente

Aqui estamos mais uma vez, meu bom irmão, nesta informal reunião de almas onde procuramos estudar nossos comportamentos para vencer aqueles defeitos que impedem nossa felicidade. Hoje preciso te falar sobre o lado feio do amor. Ora, dirás, como podes dizer que o amor tem um lado feio? Tens razão, irmão! O amor jamais poderá…